Entrevista com Beto Brant e Renato Ciasca

betobrant_renatociasca.jpg

De um descontraído escritório, cercado de verde, no meio da caótica São Paulo, Beto Brant e Renato Ciasca, diretores de Cão Sem Dono, falaram ao Guia da Semana sobre a produção do novo filme. Adaptado do livro Até o Dia em Que o Cão Morreu, de Daniel Galera, o longa deixa de lado a violência dos anteriores, como Crime Delicado e O Invasor, para contar uma intimista história de amor.

Ciasca confessa que o tema foi o que mais os atraiu na obra de Galera. “A gente estava querendo falar sobre as condições humanas”, diz o diretor. Beto Brant afirma que foi “a construção passo-a-passo até o cara se entregar” que fez com que esta história fosse a escolhida, já que não é comum ver um homem neste estado em uma relação amorosa. Para entender o autor, os cineastas conheceram Porto Alegre, cenário do filme, guiados pelo próprio Daniel, começando a criar o diálogo com o livro. [continua aqui]

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: