Amor por Acaso (Bed & Breakfast)

Existem grandes atores que se tornaram grandes diretores. Há também os considerados medianos, que detrás das câmeras conseguem feitos extraordinários. Mas, também, tem aqueles que dirigem e o resultado passa despercebido, como pode ser o caso de Marcio Garcia em seu primeiro longa-metragem, Amor Por Acaso, que estreia em 26 de novembro.

Co-produção entre Brasil e EUA, o filme também se divide entre os dois países. Logo no início do longa, a passagem entre as cenas de um cenário para o outro, no entanto, acontece de uma forma tão mecânica que já indica que não se pode esperar muito do resultado final.

Ainda, o que se poderia ter de melhor no filme, que é a boa apresentação do país de Garcia em uma produção dos EUA, é bastante decepcionante. Garcia, em vez de sair do clichê e mostrar o Brasil dos brasileiros, faz o mesmo de tantas produções: mostra belas mulheres de biquíni na praia, ao som de um berimbau.

A trilha sonora também é outro ponto que decepciona em Amor Por Acaso. Apesar de ter um ou outro momento em que a música casa bem com as imagens, em grande parte do filme o que se ouve são canções desinteressantes e sem qualquer personalidade em relação àquilo que se vê.

Há, claro, o que se salve no filme. A história de Ana (Juliana Paes), uma brasileira que precisa ir para a California para tentar reaver uma propriedade que foi de sua avó e agora é de Jake (Dean Cain), consegue envolver mesmo com um roteiro fraco.

Juliana não se compromete e tem uma interpretação convincente, o que em muitos momentos também acontece com Cain. Uma ou outra participação também ajuda a criar o tom envolvente que deve ter uma comédia romântica.

Se o casal se sai bem na tela, o mesmo não pode ser dito do diretor. Em uma decisão infeliz, Marcio Garcia surge em uma cena totalmente fora do contexto após o final do filme, criando um certo constrangimento nos espectadores que ainda continuam na sala.

Este é apenas o primeiro longa-metragem de Marcio, filmado às pressas pela gravidez de Juliana Paes e feito em um idioma que não é o seu. Mesmo assim, os erros são mais visíveis do que os acertos. Assim, mesmo com a presença do astro internacional e a grande estrela brasileira, o filme corre o risco de ser logo esquecido.

Originalmente publicado no Portal Terra.

Amor Por Acaso (Bed & Breakfast, 2010, Brasil/EUA)
Direção:
Márcio Garcia
Roteiro: Leland Douglas
Elenco: Juliana Paes, Dean Cain e Eric Roberts

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: